segunda-feira, janeiro 16, 2006


Oh, dia que chega depois do amanhã… vem, corre, aproxima-te em surdina… cá te espero na (in)certeza… de voltar a ser outro dia…

Oh, manhã que brilha… no reflexo do teu olhar…

Oh, tarde que aquece… no toque do teu sentir…

Oh, noite que adormece… ao som do teu embalar…

Oh, vida… que traça teu destino…

sexta-feira, dezembro 16, 2005

XXVIII CAPÍTULO



O sol brilha na branca manhã de geada… com a cor de um amarelo laranja… igual a tantos outros dias… mas com a ternura de um novo amanhecer… o completar de 28 capítulos de um livro de uma vida…

…desde o primeiro dia em que teus olhos se abriram ao mundo… já escreveste e escreveram por ti 10.228 páginas… eu… apenas comecei a fazer parte do teu livro na 7.838 página… mas agora que ainda faltam tantas páginas por escrever… o mundo te espera lá fora… na esperança/desilusão… certeza/incerteza… sonho/realidade…
…de uma vida que ainda quer ser criança…

...aqui deixo o meu apontamento nesta página em branco…

PARABÉNS PELO XXVIII CAPÍTULO DO TEU LIVRO… E OBRIGADA POR ME DEIXARES FAZER PARTE DELE

segunda-feira, novembro 07, 2005

Destino


Em memória perdida procuro alcançar um tempo, que não sei se passou, que não sei se algum dia irei tocar... um tempo esquecido em pensamentos, em desejos, em loucuras que não alcanço, mas que procuro a cada instante, no reflexo do que és, na sombra do que sou...

...quero-te, desejo-te, mas não te consigo alcançar... chamo por ti... num grito que se transforma em sussurro de um luar, o qual vou perdendo a nítida imagem no amanhecer de uma noite que não quero que se vá deste lugar...

...encerro a velha portada de madeira, ouço um fino som da ferragem... e em descanso de paz d’alma... sinto-te meu na escuridão do espaço... mas de repente a fina luz que ilumina através da fresta da velha janela... te rouba do meu regaço... e tu na procura da luz que te ilumina segues o caminho incerto... que a ti te pertence...


...sozinha permaneço na procura de algum dia te voltar a encontrar... não sei se te devo procurar... ou apenas esperar que o destino... algum dia nos voltará... a pertencer.

domingo, outubro 16, 2005

Sentidos

Sentidos que despertam a loucura no seu extremo mais perfeito da ilusão, perseguem o caminho no qual o sentido se torna o inverso do nosso destino, curiosa a paixão da qual vivemos uma procura sem limites, um encontro sem retorno, um gesto de pura ilusão...

quarta-feira, setembro 28, 2005

Ausência...


Ausência... levada pelo tempo... como o passado fica com as recordações... mas os sentimentos... esses ficam... na esperança de um renascimento...

Presença... da luz que ilumina... o caminho... num lugar incerto... marcado pelo tempo...

segunda-feira, setembro 05, 2005

Em contornos...


Em contornos de veludo... teus dedos tocaram os meus... tua voz segredou-me ao ouvido... meu coração encontrou o teu... em contornos da areia... nossos corpos se uniram... na eternidade de uma melodia...

terça-feira, agosto 30, 2005

Luz...

Fotografia, Ricardo Carioca

Luz que ilumina os contornos do pecado
Luz que me guia de noite e de dia
Iluminai o caminho que me é destinado